Falando sobre MSN Hotmail – Caixa de Entrada

 

Citação  Poema

 

 

 

Botões me Fascinam

 

Junho de 2006

Botões me fascinam

Na minha Mente criam

O prazer da sua existência

Que são de muitas cores

As cores dos Amores

E pela sua aparencia

 

              Botões nasceram para se agarrar

             E alguem os levar

            Á beldade de uma mulher

           Quando Ela pede tambem

           Tira o botão ; vem,vem

           Se Você poder

 

                     Fui então ás roseiras

                    Com amôr e sem canseiras

                   E de muitas variedades

                   Olhei muito encantado

                  As rosas e o Amôr apaixonado

                 Sentindo felicidades

 

                              Tambem são botões de rosas

                              Côr de rosas

                             Que mais fiquei pasmado

                            Pela nome da sua côr

                            Lembrando-me do meu Amôr

                           E logo me senti amado

 

                                    Pelo comêço das Rosas

                                   E serem tão formosas

                                   Primeiro nasce o botão

                                  Aparecendo sua beleza

                                 Quero ou não de certesa

                                 Vou logo pôr a mão

 

                                       Deixando ou não na roseira

                                       Dou ao meu Amôr que queira

                                       Com sentimento de paixão

                                      A Natureza que criou

                                      O botão de rosa que ficou

                                    Meu Amôr tem compreensão

 

                                                    É neste meu sentido

                                                   O amôr pela Rosa é Querido

                                                   E pela Mulher  tambem

                                                  Depois que eu nasci

                                                  Logo compreendi

                                                  Amôr pela Rosa,Mulher  e Mãe

 

           O Amôr é a beleza;é, sim

          Em qualquer Jardim

          Que hajam Rosas e outras flores

         A mulher na sua Pureza

        Veio pela Natureza

        Para viver e fazer Amores

 

                     O Paraiso é um Jardim

                    Que delas veio para mim

                    O sentido de viver

                   Vivendo para Elas, mulher e rosas

                  Todas Elas são formosas

                  Assim pensarei até morrer

 

                                     O Amôr é uma Virtude

                                    Dele o faço uma Magnitude

                                    De pensamento sem fim

                                    Desejando a Felicidade

                                    Com paixão e sua caridade

                                       Elas são tudo para Mim

 

Todas as flores e as do prado

São de um Paraíso estimado

De alta preciosidade

As cores são imensas

O arôma  cheio de crensas

Os formatos  criam amizade

                                                      

 

                                                                

 

 

 

 

Cheguei ao fim de  onze quadras maravilhosas que dizem respeito às Ross e às mulheres. A Natureza nos deu e sendo assim elas têm que existir e se progredir eternamente.

 

Atenciosamente : O Autor: Antonio Oscar

Não podem ser reproduzidas sem minha autorização da qual esta foi para se ser lida sem preço algBotões me

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pequenos exemplos da Felicidade

E Poema

 

A Felicidade   Nem sempre compreendemos como ela é e o que queremos
 

 
 
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
 
 
 

 
 
 
P que eu sinto dela a felicidade:
é algo que desejamos por não termos
e do que gostamos sem poder saborear, enfim a felicidade total é rara pois sempre desejamos 
alguma coisa para satisfazer tanta curiosidade na nossa Mente.
Este cãozinho é real e bem bonito só que é comestivel é um bolo e quem tem tanta coragem de
desfazer esta beldade?
 
Complexo porque os deejos aqui são varios e o principal foi a abilidade de quem fêz este bolo
para se comer e delirar seus sabores e não preservar pelos olhos  de sua beldade.
 
Como é possivel nós ignorarmos uma ideia quando outra está disputando; Sendo assim os sentidos
e reflexos de uma contradiz a outra da qual o cérebro e sua ignorância não compreende que uma
está primeiro e é essa que tem de ser resolvida.
Reflexos do sentido do prazer em admirar o bolo e preservar-lo, o sentido de saber seu gosto 
de como bolo que é e seu paladar. Neste sentido julgo ser a existencia de só dois problemas
assuntos de uma felicidade que possa durar uns segundos ou minutos e não dias meses ou mesmo
anos, requer muito mais atenção para que nenhum erro seja cometido
A felicidade é o Amôr pelo que muito gostamos e se fôr algum Ser vivente teremos que adorar-
-lo preservar-lo porque é imortal e sendo assim para mim se torna muito mais adoravel
estimalvel e preservar-lo com muito carinho.A felicidade é sentir essa pessoa sempre que
possa em todas as maneiras que a Natureza nos deu; sentir sua presença em todas as formas
como se fosse algo para comer, só que nunca engolir e sim sempre saborear quando se quer.
 
A filosofia do Amôr pode ser complexa quando se está em duvida se na realidade a ama essa
pessoa, decontrario só a sua presença ou o seu nome poderá se transformar em encantos ou
em prazeres, e de tudo mais a felicidade existe por todos esses momentos seja eles de um
segundo,minuto meses ou anos, essa felicidade está sempre connôsco até aos momentos do
seu destino que as fáz evoluir nas suas evoluções de se transformarem novamente e assim
   
 
 
 "Poêma Natural"
 
Nas fendas de uma caveira
Uma florinha nasceu
A morte lhe deu avida sem canseira
E´à vida a morte lhe deu
A Natureza é tão boa como de cruel
È tão intersante como o doce do mel
O primeiro doce que o Ser humano não criou
O seu sabor a sua aparencia
Das abelhas que picam sem clemência
De tanto trabalho que o Ser humano robou
A Natureza por vezes ignorada
E muito menos estimada
Pelas evoluções humanas
Só a dor humana fáz modificar
Se o Amôr nunca acabar
Por ter tanto calor, sem chamas
 
 
Este poêma tem direitos de autor
 
 
A.Òscar
 
 
Pode ser usado não comercialmente e pode ser usado na Internete para o bem dos que adora
a Natureza e a respeitam pela continuação da existencia humana.
 
 
 
 

Pequenos exemplos da Felicidade

E Poema

 

A Felicidade   Nem sempre compreendemos como ela é e o que queremos
 

 
 
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
 
 
 

 
 
 
P que eu sinto dela a felicidade:
é algo que desejamos por não termos
e do que gostamos sem poder saborear, enfim a felicidade total é rara pois sempre desejamos 
alguma coisa para satisfazer tanta curiosidade na nossa Mente.
Este cãozinho é real e bem bonito só que é comestivel é um bolo e quem tem tanta coragem de
desfazer esta beldade?
 
Complexo porque os deejos aqui são varios e o principal foi a abilidade de quem fêz este bolo
para se comer e delirar seus sabores e não preservar pelos olhos  de sua beldade.
 
Como é possivel nós ignorarmos uma ideia quando outra está disputando; Sendo assim os sentidos
e reflexos de uma contradiz a outra da qual o cérebro e sua ignorância não compreende que uma
está primeiro e é essa que tem de ser resolvida.
Reflexos do sentido do prazer em admirar o bolo e preservar-lo, o sentido de saber seu gosto 
de como bolo que é e seu paladar. Neste sentido julgo ser a existencia de só dois problemas
assuntos de uma felicidade que possa durar uns segundos ou minutos e não dias meses ou mesmo
anos, requer muito mais atenção para que nenhum erro seja cometido
A felicidade é o Amôr pelo que muito gostamos e se fôr algum Ser vivente teremos que adorar-
-lo preservar-lo porque é imortal e sendo assim para mim se torna muito mais adoravel
estimalvel e preservar-lo com muito carinho.A felicidade é sentir essa pessoa sempre que
possa em todas as maneiras que a Natureza nos deu; sentir sua presença em todas as formas
como se fosse algo para comer, só que nunca engolir e sim sempre saborear quando se quer.
 
A filosofia do Amôr pode ser complexa quando se está em duvida se na realidade a ama essa
pessoa, decontrario só a sua presença ou o seu nome poderá se transformar em encantos ou
em prazeres, e de tudo mais a felicidade existe por todos esses momentos seja eles de um
segundo,minuto meses ou anos, essa felicidade está sempre connôsco até aos momentos do
seu destino que as fáz evoluir nas suas evoluções de se transformarem novamente e assim
   
 
 
 "Poêma Natural"
 
Nas fendas de uma caveira
Uma florinha nasceu
A morte lhe deu avida sem canseira
E´à vida a morte lhe deu
A Natureza é tão boa como de cruel
È tão intersante como o doce do mel
O primeiro doce que o Ser humano não criou
O seu sabor a sua aparencia
Das abelhas que picam sem clemência
De tanto trabalho que o Ser humano robou
A Natureza por vezes ignorada
E muito menos estimada
Pelas evoluções humanas
Só a dor humana fáz modificar
Se o Amôr nunca acabar
Por ter tanto calor, sem chamas
 
 
Este poêma tem direitos de autor
 
 
A.Òscar
 
 
Pode ser usado não comercialmente e pode ser usado na Internete para o bem dos que adora
a Natureza e a respeitam pela continuação da existencia humana.
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 
 

 

 

MSN Hotmail – Caixa de Entrada

Anúncios

Sobre A.Oscar

I’m a writer of Environment and human behavior of such.I’m divorced and Portuguese-Canadian.
Esta entrada foi publicada em Passatempos. ligação permanente.

Uma resposta a Falando sobre MSN Hotmail – Caixa de Entrada

  1. ligia diz:

    Felicidade,não está tão longe de ninguém,basta saber enxergar com olhos do coração.,e saber aceitar….
    Ligia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s